domingo, 1 de janeiro de 2017

Pessoas Inspiradoras

Antes de mais...

BEM-VINDAS(OS) A 2017!

Espero que a época festiva que agora termina vos tenha trazido muito amor, alegria e esperança, e que estes se prolonguem pelo ano que iniciamos hoje.


Para começar numa nota positiva o novo ano aqui no Novem, decidi partilhar convosco algumas pessoas fenomenais cujo trabalho tenho vindo a acompanhar há coisa de um ano e pico, mais ou menos. E sendo que, como diria (e muito bem) Beyoncé, "quem comanda o mundo são as mulheres", essas pessoas são três raparigas que descobri através do YouTube. Como poderão ter oportunidade de ler, cada uma se destaca por motivos diferentes, os quais tiveram um grande impacto em mim.




Devido a uma doença congénita rara, a Lizzie não consegue ganhar peso, o que resulta numa aparência frágil e debilitada e praticamente nenhuma gordura no corpo.
Mas o que me inspirou não tem nada a ver com a isso. Para mim, a grande inspiração começa a partir do momento em que ser diferente a transformou num alvo de bullying cibernético e a sua reação. Depois de encontrar, por acaso, um vídeo de alguns segundos no YouTube, apenas com a sua fotografia e com o título "A mulher mais feia do mundo" que já contava com milhares de visualizações, o mundo da Lizzie virou do avesso. Nos comentários ao vídeo podia ler-se coisas como "Porque não pegas numa arma e te matas? Farias um bem à humanidade." É claro que a Lizzie ficou chocada, chorou, deprimiu, tudo o que qualquer outra pessoa no lugar dela faria mas o mais impressionante foi o que aconteceu depois: ela não deixou que esse vídeo e as pessoas envolvidas na sua publicação e comentários levassem a melhor, ela respondeu com positividade, força e coragem. A partir desse dia, ela tornou-se a voz daqueles que, como ela, tinham sofrido ou ainda sofrem de bullying.
E aos poucos ela fez tudo aquilo que sempre quisera fazer e que lhe tinham dito ser impossível: formou-se em Estudos de Comunicação na Universidade do Texas, criou um canal com conteúdo positivo no YouTube, tornou-se oradora motivacional participando na TEDxAustinWomen e outras convenções internacionais, é autora, contando já com dois livros publicados, é financeiramente independente, e conseguiu angariar fundos para fazer um filme-documentário sobre a sua vida "A Brave Heart: The Lizzie Velásquez Story", de forma a poder motivar outras pessoas a não desistirem em frente a adversidades e a lutarem contra o bullying.
Além de tudo o que já mencionei, a Lizzie é super divertida e muito, muito querida. Ver um vídeo seu é garantia de umas boas risadas e tem sempre mensagens positivas.
Não posso recomendar mais que vejam os seus vídeos e sigam o seu trabalho.

Com a Lizzie aprendi que qualquer barreira pode ser ultrapassada, basta acreditar e responder ao mundo com bondade e coragem.

___




Ai esta grande maluca! xD "Conheci" a Estée (nome super lindo na minha opinião) enquanto pesquisava por vídeos de maquiagem e afins. Foi assim que ela começou mas desde esse tempo já evoluiu muito...
Estée é uma blogger, youtuber e recente autora canadiana que vive em Londres com o namorado Aslan e o greyhound Reggie. Tem uma personalidade borbulhante, aquela vibe de "melhor-amiga-forever meets "fashun" icon" e é simplesmente hilariante (ando viciada no seu snapchat e instagram stories).
Como mencionei acima, ela começou com um blog sobre moda e beleza, passando depois para os vídeos no YouTube, mas atualmente, o seu blog e o seu canal são muito mais direcionados para lifestyle do que propriamente para o conteúdo inicial. Eu tive a oportunidade de ver essa evolução e seguir o crescimento da Estée enquanto blogger, youtuber e pessoa. O seu estilo descontraído, casual e autêntico foi (e é!) o que mais me influenciou e influencia. Os temas que aborda são interessantes, principalmente aquele que não têm a ver com maquiagem, como por exemplo o design e decoração de interiores - "shou out" para o estilo escandinavo e o amor por cactos - ou as FemTalks, onde qualquer assunto relacionado com o mundo feminino é abordado sem tabus. Em vários aspetos foi fácil rever-me nela, pois partilhamos formas de pensar e gostos semelhantes - ambas não conseguimos viver sem chá, adoramos cães, loungwear é vida, ... - mas ao mesmo tempo foi interessante encontrar tantas diferenças.
O que mais gosto de ver são os seus vlogs diários ou semanais e os vídeos mais "feministas" ou "controversos". Esta é a forma mais real que ela tem de chegar até ao público que a segue, onde mostra o seu lado bom e o lado menos bom, onde se apresenta como uma pessoa igual a qualquer outra, com momentos cómicos, embaraçosos, stressantes, filosóficos, relaxantes, etc.

A Estée mostrou-me que a relação que tenho comigo mesma é a relação mais duradoura que alguma vez terei, portanto, devo ser sempre eu mesma e não devo importar-me com o que os outros pensam sobre mim para ser feliz.

___




Ao contrário das meninas que referi anteriormente, foi apenas em 2016 que tropecei no canal desta londrina e devo dizer que foi uma das melhores coisas que me aconteceu.
Quem me conhece bem sabe que estou numa jornada pessoal de autoconhecimento e aprendizagem, com ênfase na saúde emocional e física, que vem desde 2015 para cá, com altos e baixos, como tudo na vida, mas que pretendo continuar, cada dia mais consciente do seu maravilhoso impacto na minha vida. Uma das coisas que inseri nessa autodescoberta foi a prática de meditação e de yoga. Estas duas importantes componentes do meu percurso de vida são o elo que me liga à Annie, por assim dizer.
Depois de migrar para a Índia durante mais ou menos dois meses e fazer lá o seu treino como instrutora de Ashtanga e Vinyasa flow yoga, a Annie voltou para Londres e começou a dar aulas voltadas para a prática deste exercício que trabalha igualmente corpo e mente. Não demorou muito para que criasse o seu website e canal no YouTube, onde partilha as suas práticas, assim como receitas saudáveis, dicas para mantermos uma atitude positiva e como devemos cuidar de nós mesmos (mal posso esperar pelo seu primeiro livro que sai no dia do meu aniversário. Uhuu! \o/).
Neste seu espaço, partilhado com tantas pessoas, reconheci um lugar onde me identifico a 100%, onde posso sempre encontrar material para me ajudar no meu percurso e muita muita inspiração, além da diversão proporcionada por ela mesma e pelo seu colega de casa Will (que também sigo e acho o máximo!).
Um estilo de vida onde se possa fazer aquilo de que se gosta, sem receios ou críticas negativas, e do qual se possa retirar o que de melhor há para nós enquanto pessoas é um objetivo comum. A Annie conseguiu transformar a sua vida dessa forma e daí retiro a maior admiração e motivação. Desde o conteúdo que apresenta, à forma como se dá a conhecer, aos ideais que transparece através das conversas nos seus vídeos, à dinâmica que tem com as pessoas que a rodeiam, à determinação para continuar sempre a evoluir como pessoa e yogi, etc. etc etc., ela mostra-nos que é possível atingir um estado de "bem com a vida e connosco", mesmo nos dias em que o universo nos testa até à última gota.

A Annie inspirou-me a continuar o meu percurso com mais confiança, a querer ser uma pessoa melhor, para mim mesma e para os outros. Ela fez-me ver que o yoga e a meditação são duas das melhores experiências a que me proporcionei na vida.


Estas foram as três pessoas que escolhi para vos apresentar mas a verdade é que existem tantas outras que deixaram uma marca no meu caminho e às quais, mesmo que nunca o venham a saber, estou imensamente grata.

O que acharam do post? Iria adorar saber quem foram as pessoas que vos inspiraram e/ou inspiram diariamente.


Obrigada por lerem! :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Disclaimer

Nenhuma das publicações deste blog onde são referidas marcas, aplicações, locais, entre outros, são pagas ou patrocinadas, salvo quando indicado o contrário na publicação.